Skip to content

Notas

11 de março de 2010

Além das goleadas, Açaí no NYTimes, Congressista dos EUA imita colega brasileiros e Usain Bolt ganha outro prêmio.

Usain Bolt recebe segundo Prêmio Laureaus

O velocista jamaicano e campeão olímpico, Usain Bolt, ganhou o Prêmio Laureaus de Melhor Esportista do Ano de 2010. Após bater os recordes nos 100m e 200m nas Olimpíadas de Pequim em 2008, Bolt bateu seus próprios recordes no Mundial de Atletismo de Berlin, ano passado. Ele ficou 11 centésimos abaixo de seu próprio tempo nos 100 m e cravou 9.58s. Nos 200m obteve a incrível marca de 19.19s.

Além de Usain Bolt outros atletas receberam o prêmio. A tenista Serena Williams ganhou na categoria de Melhor Esportista Feminina, sua companheira de quadra, Kim Clijters, recebeu por Melhor Retorno, A Brawn GP recebeu de Melhor Equipe e Jenson Button recebeu na categoria Revelação.

Açaí ganha matéria especial no NYTimes

Como diria Jorge Ben…

Deu no New York Times, o açaí ganhou destaque recentemente no jornal norte-americano. O jornalista Seth Kugel visitou a cidade de Cametá, no interior Pará para fazer a matéria. Conversou com os comerciantes locais, líderes de cooperativa e usuários de açaí. A fruta ganhou força nos Estados Unidos após aparecer no programa da famosa apresentadora das tardes, Oprah Winfrey, como fruta amazônica milagrosa para dieta.

Seth Kugel apurou em sua reportagem algo que nós brasileiros sabemos há um bom tempo, o açaí é uma fruta calórica e energética. Em nenhum momento da matéria o jornalista revela os casos de lotes da fruta com Doença Chagas.

Congressista dos EUA reclama da mídia por veicular escândalo

“É desprezível o atual corpo de imprensa nacional” disse Kennedy

O congressista Patrick Kennedy fez um ataque direto às mídias no Congresso dos EUA. Kennedy atacou o “corpo de imprensa” por veicular o escândalo com o congressista Eric Massa (Nova York) e o chefe de gabinete do Presidente Barack Obama, Rahm Emmanuel.

Massa afirma que foi intimidado por Emmanuel no vestiário da Casa Branca por não votar no Plano de Saúde. Segundo Massa, Emmanuel estava nú e chegou a colocar o dedo no peito do congressista quando pediu pelas satisfações. Massa renunciou ao mandato.

O filho do senador Ted Kennedy (morto em agosto passado), disse que a imprensa deveria debater a Guerra do Afeganistão e o curso que está sendo tomado. “Se alguém quer saber onde o cinismo está, não há duas pessoas de imprensa nesta galeria” apontou o congressista para a galeria de imprensa da casa. Quando Patrick Kennedy falou na tribuna, o Congresso estava quase vazio, havia apenas uma dezena de congressista e poucos repórteres.

Além da imprensa norte-americana, Kennedy criticou os planos de Obama para a Guerra no Afeganistão.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: